top of page
  • fernandorusso9

Qual a relação entre saúde no trabalho e saúde ocupacional?

A preocupação com a saúde e o bem-estar do colaborador é essencial e deve ser levada em consideração pelos colaboradores, por isso é muito importante saber a diferença entre saúde ocupacional e segurança no trabalho.


Ao longo dos anos, esses termos evoluíram no sentido de compreender a prevenção e o tratamento de qualquer patologia adquirida durante o exercício da profissão.


Continue a leitura deste artigo para entender a diferença entre os dois!


Saúde Ocupacional


O conceito de saúde ocupacional surge centrado na adequação do ambiente de trabalho com o objetivo de reduzir o risco de doenças no ambiente de trabalho. Isso inclui o bem-estar físico, mental e social do indivíduo.


Para o empregador, isso significa melhorar a performance do funcionário e manter a qualidade de seu trabalho. Seu maior interesse é mitigar e eliminar problemas no ambiente de trabalho que prejudicam os funcionários e a saúde no trabalho.


Saúde no trabalho


A saúde no trabalho é um campo que tem como foco a integridade física, mental e psicológica do trabalhador e busca compreender as conexões entre produção, trabalho e saúde.


Existindo desde o século XIX, após a primeira revolução industrial, era urgente a necessidade de mudança na produção acelerada, com cargas horárias excessivas e situações de trabalho precárias, pois os trabalhadores começaram a ter problemas de saúde que prejudicavam toda a sociedade, inclusive os empresários.


Foi então que os donos das fábricas e o governo perceberam a necessidade de envolver a comunidade médica no processo. Foi assim que surgiu a saúde ocupacional.


A saúde ocupacional diz respeito ao antes e durante o trabalho, estando a saúde ocupacional presente para garantir que o empregado que, por qualquer motivo, adoeça ou se machuque no trabalho, receba proteção e tratamento adequado para que possa retornar com segurança às suas atividades.


Qual a relação entre saúde e segurança no trabalho?


Saúde e segurança ocupacional devem andar de mãos dadas e promover um ambiente de trabalho seguro e melhor. Antigamente, o trabalho era visto apenas para manter e ajudar na sobrevivência, mas hoje inclui outros aspectos, como satisfação pessoal e satisfação emocional, diretamente relacionados ao campo da saúde.


As más condições de trabalho impactam na saúde do funcionário, prejudicam-na, e a empresa também sente um impacto negativo na sua produtividade. É por isso que a combinação dessas 2 áreas é tão importante para a empresa e traz, entre outras vantagens:


● Reduzir o risco de acidentes de trabalho;

● Reduzir o número de doenças ocupacionais;

● Promover melhores condições físicas e mentais para todos os colaboradores;

● Desenvolver planos de risco para melhorar a organização da empresa e a sensação de segurança de todos;

● Reduzir ou mesmo eliminar gastos com multas e indenizações por descumprimento de normas regulamentadoras;

● Aumento da produtividade dos colaboradores que passam a ter uma boa qualidade de vida.


Existem algumas normas regulamentadoras que estão diretamente relacionadas à saúde, são elas:


NR5: Regulamenta a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), que deve manter contato estreito e permanente com o Serviço Especializado de Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT);


NR6: Regulamenta os equipamentos de proteção individual (EPI), que são os equipamentos utilizados por cada empregado para proteger sua saúde e integridade física no ambiente de trabalho;


NR7: Institui o Programa de Verificação de Saúde Ocupacional (PCMSO), que dispõe sobre a obrigatoriedade de exames médicos periódicos;


NR9: Estabelece um Programa de Prevenção de Perigos Ambientais (PPRA) que estuda os perigos ambientais que possam causar danos à saúde do empregado;


NR17: Apresenta uma Análise Ergonômica que identifica os objetos utilizados pelo empregado em sua rotina de trabalho.


A importância da saúde ocupacional e do trabalho


Os benefícios são para empregadores e empregados. O colaborador tem acesso garantido a um ambiente de trabalho saudável e voltado para o seu cuidado, o que acaba por confirmar que o trabalho é mais ágil, pois o colaborador se sente mais motivado para trabalhar em um ambiente agradável e seguro.


A presença de um médico da raça no ambiente também é importante. Além disso, a presença do especialista dá amparo jurídico ao empregador ao atestar a aptidão física da pessoa para o exercício das funções para as quais foi contratada ou após afastamento temporário e vistorias esporádicas.


Estes dois aspectos desempenham um papel muito importante para o desenvolvimento da empresa e para o seu crescimento profissional. Seja cuidando da organização e integridade, seja garantindo que não haja conflitos que possam afetar de alguma forma a estrutura.


Conheça a GRS+Núcleo


Temos uma equipe de Engenheiros de Segurança e Técnicos de Segurança do Trabalho altamente capacitados para lidar com as Normas Regulamentadoras. Para saber mais, leia os artigos no nosso blog ou entre em contato conosco.


Se você gostou desse artigo, não deixe de interagir nas nossas redes sociais.

16 visualizações0 comentário
bottom of page