top of page
  • fernandorusso9

ESG: Como implementar e quais os impactos no trabalho do RH?

Para quem trabalha no RH, o conceito de ESG está ganhando cada vez mais visibilidade, porque é voltado para o desenvolvimento de práticas mais sustentáveis, que podem ser ecológicas, sociais ou ocupacionais.


A sigla ESG quer dizer, em uma tradução literal, Environmental, Social and Governance, o que, traduzindo para o português, quer dizer Ambiental, Social e Governança.


Esse termo está ligado ao desenvolvimento de pautas pertinentes sobre esse tema, que já ganharam a atenção do mundo a alguns anos e, recentemente, têm chamado a das empresas brasileiras.


Ainda, é importante dizer que o tópico surgiu no relatório “Who Cares Wins”, efetuado pela IFC (Internacional Finance Corporation). Segundo a pesquisa, depende do entendimento das companhias que são responsáveis pela mudança no mundo a partir do seu modelo de negócios.


Qual é a importância do ESG?


Nos dias atuais, à medida que a empresa tem uma imagem mais sustentável, a conquista de vantagens competitivas e econômicas também crescem. Um exemplo disso é o aumento de investimentos na companhia: os investidores costumam analisar o posicionamento da empresa perante o meio ambiente antes de injetarem adquirirem suas ações.


Como movimentam a economia mundial, as instituições têm um papel importante contra a depredação do meio ambiente visando a produção de bens e serviços, além de influenciar também as escolhas dos consumidores, que estão mais atentos a essas questões.


Outra vantagem essencial é a redução no uso de recursos físicos, optando pelos sustentáveis como energias limpas e reaproveitamento de recicláveis além dos benefícios fiscais. Finalmente, pensando em marca empregadora, uma empresa que segue os critérios do ESG retém mais talentos que se preocupam com esses mesmos valores.


Por que adotá-lo na empresa onde você trabalha?


O objetivo principal do ESG é modificar todas as ações não sustentáveis e ultrapassadas que são praticadas hoje nos ambientes de trabalho. Ao contrário disso, esse critério busca a redução dessas práticas e valoriza as mais sustentáveis. Isso fortalece a relação da companhia com as outras empresas, pessoas e lugares influenciados por ela.

Além disso, companhias sustentáveis estão mais preparadas para mudanças nos padrões de consumo e tornam-se mais engajadas.


Qual é o papel do RH na implementação do ESG?


Como parte da empresa responsável pelo recrutamento e seleção de novos funcionários, além da gestão de pessoas e endomarketing, o RH é fundamental para o planejamento e implementação de ações com as outras equipes.


Por isso é tão importante que essa área tenha um entendimento abrangente do que é o ESG e que práticas estão associadas a ele. Um exemplo desses atos é o incentivo à inclusão e diversidade por meio da contratação de profissionais de diferentes gêneros, classes sociais, etnias, religiões, etc.


Quanto aos aspectos sustentáveis, é responsabilidade da área de Recursos Humanos mudar a mentalidade de líderes e da diretoria, através de treinamentos e palestras, para que não seja incentivado apenas o lucro, mas também o desempenho financeiro resultante de práticas inovadoras e ecológicas.


Por fim, no critério de governança, o RH deve fomentar e divulgar a transparência de todos os processos, além do uso de tecnologias que reduzam tempo e custos dos funcionários e da própria empresa. Uma prática que pode ser adotada nesta vertente do ESG é o recrutamento de colaboradores à distância, já que sua locomoção gera mais gastos e aumenta a emissão de gases poluentes.



Conte com a GRS+ Núcleo


Nós acreditamos que uma gestão responsável de saúde empresarial é essencial para aprimorar todas as áreas da companhia, porque resolve os principais obstáculos de seu panorama atual, tornando-o mais assertivo com o melhor custo-benefício.


Para saber mais sobre esse e outros assuntos, acompanhe nosso blog e não perca nenhuma novidade!

12 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page