Buscar
  • fernandorusso9

Colaborador com COVID-19: Como a empresa deve proceder?




Desde que foi declarada a pandemia em decorrência do novo Coronavírus, diversas estratégias foram tomadas a fim de evitar a onda de contágio e se adequar da melhor maneira, contornando as adversidades e priorizando, claro, o bem estar-estar de todos.


As mudanças foram notáveis, principalmente no ambiente corporativo, onde as empresas precisaram reformular sua atuação e encontrar a melhor forma de permanecer atuantes, priorizando sempre a integridade física de seus colaboradores.


Em meio ao caos instaurado pelas medidas restritivas contra a disseminação do novo Coronavírus, organizações e líderes de equipe precisaram responder prontamente quais medidas seriam tomadas para preservar a saúde dos colaboradores.


Algumas organizações fecharam seus escritórios, outras adotaram medidas higiênicas mais reforçadas e outras cancelaram totalmente ou parcialmente suas operações. As mudanças ocorridas foram rápidas demais e, inicialmente, não se sabia ao certo até quando iria durar o período de quarentena. Por isso, mesmo tomando medidas para conter o contágio, muitas eram as dúvidas sobre até quando essas medidas iriam permanecer vigentes.


Todos os procedimentos adotados foram necessários, mas tudo que é adequado de forma inesperada, traz dúvidas, muitas vezes difíceis de sanar em um primeiro momento por se tratar de algo novo. Fato é, muitas dúvidas surgiram nesse período, principalmente para ambientes onde normalmente se reuniam um número expressivo de pessoas diariamente, como empresas. Perguntas como: será que posso exigir o home office do meu colaborador? Um familiar foi infectado, devo ir trabalhar? Como conscientizar os colaboradores? Dentre as inúmeras dúvidas que surgiram no ambiente corporativo sobre como evitar o risco, surgia a mais complicada de se responder: Meu colaborador está com Covid-19, o que fazer?


Essa pode até parecer uma pergunta fácil de se responder, mas diante da situação, normalmente não se pensa imediatamente na melhor solução, por isso é importante planejar-se.

Em uma situação em que a empresa não pôde adotar o home office como alternativa, os cuidados devem ser redobrados. Caso o colaborador teste positivo para a Covid-19, é imprescindível que a empresa o afaste imediatamente para iniciar o tratamento adequado. Após realizar o procedimento de afastamento do colaborador, a empresa deve atentar-se a várias questões, como:

  • Certificar-se de que nenhum outro colaborador apresentou os sintomas;

  • Monitorar outros colaboradores que estiveram em contato com o profissional infectado;

  • Redobrar a atenção para as ações de higiene;

  • Exigir a utilização de máscaras de proteção à todos os presentes;

  • Disponibilizar materiais de higiene em locais estratégicos;

  • Conscientizar os colaboradores sobre a prevenção.

É importante ressaltar que, mesmo que algumas cidades tenham apresentado melhorias e tenham entrado para o grupo da fase verde da Covid-19, os cuidados não podem ser diminuídos e nem deixados de lado, pois só com uma constância de cuidados será possível voltar à rotina normal.


Lidar com a adequação da rotina foi algo complicado, mas o retorno pode ser mais tranquilo e bem planejado, a GRS+Núcleo pode te ajudar no retorno das atividades.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Anamt  ANS  |  Anvisa  |  Corensp  |  Cremesp  |  Fonosp  |  Crosp  |  Procon  |  Previdencia Social  |  Portal Saúde  |  Ministério do Trabalho

Av. Maria Coelho de Aguiar, 215 - Bloco C  |  Loja 49  |  Santo Amaro  |  São Paulo  Tel: +55 11 3741-9977