Buscar
  • fernandorusso9

Qual o papel do RH na saúde ocupacional e segurança do trabalho?


Mais do que um cuidado pessoal, a responsabilidade com a saúde e segurança agora é visto como uma questão prioritária para a maioria das empresas. Isso porque as doenças podem afastar o colaborador do trabalho e prejudicar a sua produtividade. Mais do que isso, também afeta o bem-estar e qualidade de vida do profissional, e claro, ninguém quer isso.


Mesmo sabendo desse cenário, de acordo com os dados do Ministério da Previdência Social, ainda foram registrados mais de 720 mil casos de acidentes e doenças do trabalho em um ano.


Por isso, é fundamental que a gente fale sobre a saúde e segurança do trabalhador e, nesse caso, os profissionais de RH podem ajudar!


O papel do profissional de RH


Já que o setor de Recursos Humanos atua diretamente com as políticas que determinam as normas e os procedimentos de organização na empresa, além de recrutar, os profissionais de RH também têm papel fundamental na segurança do trabalho na empresa, assegurando a saúde física e psíquica de todos os funcionários.


É importante centralizar informações, por exemplo. Se a empresa conta com uma empresa terceirizada para cuidar da saúde ocupacional, é preciso ter um profissional dentro da instituição para receber e passar as informações para essa empresa contratada.


Esse profissional, tendo a visão e a organização do todo, tem sob seu controle todos os detalhes das atividades da empresa, evitando, assim, serem autuados pela não realização de exames.


Para isso, a comunicação é essencial e deve ser eficiente. Cada detalhe e mudança devem ser apresentados com detalhes para que a gestão e cuidado com a saúde e segurança da equipe seja efetiva.


Confira outras dicas:


  • Por meio de dados e fatos, conscientiza a liderança da importância de investir na saúde ocupacional;

  • Entenda as necessidades da sua empresa, por exemplo, sua empresa oferece riscos físicos, químicos ou biológicos? As despesas médicas são muito altas?;

  • Engaje as equipes a tomarem hábitos mais saudáveis;

  • Defina metas e prioridades no segmento de saúde ocupacional. Reduzir a sinistralidade é um bom começo, por exemplo.


Dessa forma, é possível evitar acidentes, sinistros e doenças laborais, reduzindo esse número significativamente. Conte com a GRS+Núcleo para garantir que esses serviços sejam prestados da melhor maneira possível e tragam muitos benefícios para os seus colaboradores.


6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo