top of page
  • fernandorusso9

Qual a importância do uso do epi no ambiente de trabalho?

Todas as atividades profissionais que possam oferecer algum tipo de risco ao trabalhador devem ser realizadas com auxílio de EPI - Equipamento de Proteção Individual, que inclui óculos, protetores auriculares, máscaras, gorros, luvas, botas, cintos de segurança e outros equipamentos de proteção.


O uso de EPI é essencial para garantir a saúde e proteção do trabalhador, para evitar consequências negativas em caso de acidentes de trabalho. Além disso, os EPIs também são utilizados para garantir que o profissional não fique exposto a doenças ocupacionais, que podem colocar em risco a capacidade para o trabalho e a sua saúde após a fase ativa de trabalho.


Para que a empresa conheça todos os equipamentos de proteção que devem ser fornecidos aos seus colaboradores, é necessário elaborar um estudo dos riscos relacionados às atividades. Isso ajuda a identificar os perigos dentro da empresa, o que serve para reduzi-los. Isso ajuda a identificar os perigos dentro da empresa e, posteriormente, reduzir a probabilidade de ocorrências.


Continue a leitura deste artigo e conheça mais sobre os EPIs e as razões pelas quais uma empresa deve investir na sua implantação!


A importância do EPI


O EPI é importante para proteger os profissionais individualmente, para reduzir qualquer tipo de ameaça ou risco ao trabalhador. O uso de equipamentos de proteção é determinado por uma norma técnica denominada NR 6, que garante que os EPIs sejam fornecidos gratuitamente aos funcionários para o exercício de suas funções na empresa.


É responsabilidade da administração da empresa garantir que os colaboradores usem os equipamentos de proteção corretamente. O EPI deve ser usado durante o horário de trabalho, a critério da organização e das atividades a serem desenvolvidas.


No caso de equipamentos perdidos ou danificados, é responsabilidade da empresa substituí-los imediatamente. O uso adequado e responsável dos EPIs evita grandes transtornos ao trabalhador e à empresa, além de garantir que os trabalhos sejam executados com segurança e eficiência.


Dentre os principais benefícios de usá-los, estão:


  • Respeitar a legislação;

  • Evitar acidentes de trabalho;

  • Garantir a saúde dos colaboradores.


Quais os tipos de EPI


Para garantir a saúde e a proteção física do trabalhador, o uso de EPI é imprescindível, pois evita consequências negativas que ocorrem em caso de acidente de trabalho. Dentre os principais tipos de EPI oferecidos pelas empresas, podemos listar os seguintes.


Proteção auditiva.

São ferramentas utilizadas por trabalhadores que realizam trabalhos expostos a altos e contínuos ruídos. Os mais usados ​​são tampões de ouvido ou protetores auriculares. Mas, dependendo do serviço realizado, os protetores podem ser encontrados nos modelos de abafador, fone de ouvido e concha.


Proteção respiratória.

A importância do EPI estende-se a quem trabalha com serviços orgânicos ou agentes químicos que, se inalados, podem ser perigosos para a saúde do trabalhador.


Nessa categoria, existem máscaras e respiradores com filtros que protegem o funcionário de poluentes que possam ser inalados, como névoa, poeira, gases, fumaça e vapores.


Proteção visual.

Para proteger contra o impacto de quaisquer partículas nos olhos, são desenvolvidos óculos de alta resistência como modelos de EPI. Por isso, é possível encontrar no mercado óculos feitos de acrílico flexível para proteger os globos oculares, e modelos pretos para evitar o excesso de luz e raios UV.


Proteção facial.

Existem serviços executados pelo trabalhador onde há risco de partículas, respingo químico, impacto e poeira chegarem ao seu rosto. Nesse caso, é importante proteger toda a região do rosto, utilizando EPI, como máscara de proteção.


Este tipo de dispositivo é feito de uma placa de acrílico transparente na frente do rosto e uma alça que se prende à cabeça. Assim, o especialista pode trabalhar sem prejudicar sua visão.


Proteção de cabeça.

Para evitar o risco de colisões na cabeça, o EPI mais indicado são os capacetes. Feitos de materiais sintéticos, os capacetes são resistentes a impactos, como quedas, pancadas, choques mecânicos e projeções de objetos na cabeça.


Entre os modelos, estão os mais simples, com colunas laterais para conexão de acessórios, como protetores faciais, protetores auditivos e lanternas.


Proteção das mãos.

Outro EPI muito importante é aquele que protege as mãos. Independentemente do tipo de trabalho realizado pelo trabalhador, as mãos são peças importantes, pois, em diversos trabalhos, precisam ser utilizadas em tempo integral.


Portanto, para evitar incidentes e acidentes que impossibilitem o uso das mãos, devem ter proteção ampla, como luvas, creme de proteção e dedos.


Proteção contra quedas.

Existe risco de queda em qualquer trabalho, mas para trabalhos realizados a mais de dois metros do solo, é importante o uso de EPIs específicos, como trava-quedas, talabartes, âncoras e cintos de segurança. Assim, é possível evitar que o trabalhador caia de locais instáveis ​​ou altos.


A GRS+Núcleo pode ser o seu parceiro ideal na hora de reduzir os riscos dos seus colaboradores e aumentar a segurança e satisfação no trabalho. Temos uma equipe à sua disposição para entender as necessidades da sua empresa, entre em contato conosco e saiba mais!

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page