Buscar
  • fernandorusso9

Como fazer a gestão da saúde e segurança dos funcionários em home office?

Muitas empresas continuam em home office, tanto por causa do Coronavírus, como também muitos colaboradores gostaram do formato de trabalho remoto. As organizações sentiram que a produtividade era a mesma e, em alguns casos, até aumentaram, portanto, consideram manter esse formato por tempo indeterminado.


No entanto, por mais que os colaboradores estejam trabalhando de casa, eles ainda precisam ser guiados por uma gestão eficiente de saúde e segurança. Mas como fazer isso? É exatamente esse o assunto que vamos debater neste texto.


Números do Home Office no Brasil em 2020


De acordo com uma Pesquisa sobre Gestão de Pessoas na Crise COVID-19, elaborada pela Fundação Instituto de Administração (FIA), apontou que 46% das empresas brasileiras adotaram o trabalho remoto em 2020 como medida emergencial.


Segundo o estudo, entre as grandes empresas, o índice das que colocaram os colaboradores em regime de home office ficou em 55% e em 31%, entre as pequenas. Além disso, 33% das empresas pesquisadas afirmaram que adotaram um sistema parcial de home office, válido apenas em alguns dias da semana.


A pesquisa também levantou dados sobre o quadro de funcionários que foram colocados em trabalho remoto (41%). No setor de serviços e comércio 57,5% dos colaboradores passaram para o home office nas grandes empresas, enquanto nas pequenas, 52%.


Dificuldades das empresas no Home Office


Apesar do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apontar que 3,8 milhões de brasileiros já trabalhavam em home office em 2018, essa ainda não era uma prática comum entre a maioria das empresas.


Ainda de acordo com a pesquisa da FIA, 67% das organizações entrevistadas relataram dificuldades em implantar o sistema de home office. Entre as principais dificuldades apontadas estão:


  • Falta de familiaridade com as ferramentas de comunicação (34%);

  • Dificuldade dos funcionários de acessarem os ambientes virtuais (34%);

  • Dificuldade de atuação nas áreas de tecnologia da informação (28%).


Além disso, foram pouquíssimas empresas que ofereceram algum tipo de suporte material aos colaboradores. A pesquisa relatou que apenas 9% ajudaram com os custos de internet, enquanto 7% auxiliaram nos custos com telefone.


Cuidados com a saúde e segurança do colaborador no Home Office


Além dos cuidados com a saúde mental dos colaboradores que foi um fator muito importante ao longo da quarentena, existem outros cuidados que o setor de Recursos Humanos precisa se preocupar, caso a sua empresa decida manter o home office, parcial ou totalmente. Entenda!


1. Segurança elétrica no espaço de trabalho


Lidamos com a tecnologia e, para isso, é preciso de energia elétrica. Tanto para o modem de internet, quanto para o computador ou telefone.


Já que não existe um técnico de TI para verificar o cabeamento, é preciso que o colaborador se atente à quantidade de fios conectados em uma mesma tomada para evitar curto-circuitos, choques, possíveis incêndios e demais ameaças à saúde e segurança do profissional e das pessoas que convivem com ele.


2. Segurança com a saúde física


Diferente do escritório onde as mesas e cadeiras são adequadas para as pessoas trabalharem, assim como a luminosidade e os ruídos são ajustados, no home office isso é diferente.


Isso é fundamental para evitar possíveis doenças ocupacionais como problemas na coluna ou na visão do colaborador. É preciso garantir certo conforto nos móveis de trabalho e incentivar o colaborador a fazer breves pausas para caminhar e se alimentar corretamente, como ele faria no escritório.


Como um sistema de gestão de saúde pode ajudar?


O monitoramento de segurança e saúde de todos os colaboradores em home office pode parecer um pouco difícil no começo. No entanto, com uma coleta de dados eficiente, maior será o conhecimento da empresa quanto ao fornecimento de diretrizes eficazes de saúde e segurança para toda a equipe remota.


O gerenciamento desses serviços é feito por um software da GRS+Núcleo de acesso via Internet, que permite ao usuário, dentro da própria empresa cliente, obter diversos relatórios em tempo real, facilitando a tomada de decisão de acordo com o acompanhamento dos exames ocupacionais.


Dentre os vários serviços que o software oferece, podemos destacar alguns, como:


  • Organização, padronização e agilidade da operação de SST (Saúde e Segurança no Trabalho);

  • Atualização de dados de SST 100% online;

  • Compliance legal na gestão e geração de documentos de SST;

  • E muito mais.

Com essa ferramenta à sua disposição, fica mais fácil gerenciar e elevar o nível de gestão da saúde ocupacional, visto que é possível desenvolver estratégias mais assertivas para cuidar da saúde e segurança do seu time de colaboradores, seja no modelo presencial ou home office.


Quer saber mais? Entre em contato conosco.


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Anamt  ANS  |  Anvisa  |  Corensp  |  Cremesp  |  Fonosp  |  Crosp  |  Procon  |  Previdencia Social  |  Portal Saúde  |  Ministério do Trabalho

Av. Maria Coelho de Aguiar, 215 - Bloco C  |  Loja 49  |  Santo Amaro  |  São Paulo  Tel: +55 11 3741-9977